sexta-feira, 6 de julho de 2012

22º Festival de Inverno de Garanhuns




Em 2012, o Festival de Inverno de Garanhuns chega à sua 22ª edição com muito fôlego e novidades. Entre os dias 12 e 21 de julho, 12 polos receberão ações de diferentes manifestações artísticas, além de projetos especiais e iniciativas focadas na formação cultural, como oficinas, debates, encontros e palestras. Só as apresentações musicais somam mais de 300 nomes, entre convidados e selecionados de uma convocatória pública, aberta a artistas de todo o País. Isso confere ao FIG uma maior diversidade, aspecto que também se une a uma preocupação crescente com a qualidade do festival, que este ano homenageia o centenário de Luiz Gonzaga e pauta sua realização nos conceitos de sustentabilidade, empreendedorismo e acessibilidade.

Integrando o circuito do Festival Pernambuco Nação Cultural, o FIG é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), em parceria com a Prefeitura de Garanhuns. Juntos, eles têm o objetivo de fazer do festival um mecanismo de fomento à cultura, ao turismo e à economia pernambucana, promovendo o acesso aos bens simbólicos para um número cada vez mais amplo de pessoas.

Música, literatura, dança, circo, teatro, cultura popular, cinema e muitas outras formas de arte fazem do FIG 2012 um dos momentos mais importantes e aguardados do calendário cultural de Pernambuco. São 22 anos de história que ajudaram a consolidar um evento cuja programação é motivo de expectativa a cada edição. Não apenas entre os habitantes da cidade agrestina, situada a 230 km do Recife, mas ainda entre as milhares de pessoas vindas de outros lugares para aproveitar, no mês de julho, o friozinho de Garanhuns em clima de festival. 

Durante dez dias de intensa movimentação, os palcos se preparam para receber atrações locais, nacionais e internacionais. Nos parques, é possível ouvir boa música, assistir a espetáculos de artes cênicas, ver mostras e conferir outras atividades promovidas pelo evento. As ruas são tomadas por cortejos de cultura popular, performances e intervenções urbanas. Vários espaços recebem oficinas e até a praça se transforma num lugar de criatividade e fruição. Tudo isso com acesso gratuito a diferentes públicos, em uma programação quase ininterrupta.

Cada vez mais descentralizado, o evento espalha-se para além dos focos principais, chegando a comunidades periféricas, como o Alto do Magano, local onde fica o mirante do Cristo, e Castainho, no qual vivem habitantes de origem quilombola. Criado no ano passado, o projeto itinerante Um Caminhão de Cultura também contempla bairros mais distantes, levando uma programação maior de música e teatro em relação a 2011. Em 2012 serão dois caminhões, com uma programação que percorrerá 18 localidades de Garanhuns.

HOMENAGEM - Um destaque importante do 22º Festival de Inverno de Garanhuns é o homenageado. Em 2012, Luiz Gonzaga (1912-1989), o “Pernambucano do século”, recebe tributo oficial do FIG, em celebração aos seus 100 anos de nascimento, que completaria no dia 13 de dezembro, caso estivesse vivo. A comemoração ao legado de Lua, um dos nomes mais importantes da música brasileira, puxa diversas atividades temáticas no evento. Desde uma noite de abertura com um show da Família Gonzaga, Dominguinhos e Elba Ramalho, até a exposição Lua Gonzaga, sobre sua vida e obra, que será montada em pavilhão próprio, no Parque Euclides Dourado. A família do Rei do Baião também participa das homenagens. Um momentos para ficar na história do FIG.


NOVIDADES - Entre as principais novidades do FIG 2012, está a inserção dos conceitos de sustentabilidade, empreendedorismo e acessibilidade na realização do evento. Funcionando de maneira articulada, a tríade surge, pela primeira vez, como norteadora do festival, costurando as ações com iniciativas voltadas à difusão de novos valores entre a população local e seus visitantes. A ideia é posicionar a cidade entre as questões debatidas atualmente em todo o mundo.

Nesse sentido, as atividades contemplam desde uma parceria com a Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável (Asnov), de Garanhuns, a espetáculos com tradução em libras para deficientes auditivos e recurso de áudio-descrição para cegos, também presente nos filmes do Cinema Eldorado. O festival oferece ainda camarotes acessíveis a cadeirantes e uma programação em braile, disponível nos polos do evento. No Parque Euclides Dourado, um espaço de economia criativa – o Ambiente Criativo – também se insere entre os conceitos e tem tudo para mobilizar a cadeia produtiva de cultura durante o FIG, com articulação entre parceiros, debates e comercialização de produtos criativos, incluindo os feitos a partir de materiais reaproveitados.

É também no Parque Euclides Dourado onde o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) arma sua tenda de ações educativas de sustentabilidade, através de uma parceria com o festival. Oficinas, espetáculos e atividades recreativas voltadas para a reciclagem estão programadas, além da instalação de coletores de resíduos recicláveis, separados por cor, nos pontos de maior circulação.

Outro viés inovador é a chegada do evento antes da data oficial. O chamado “Pré-FIG” vai movimentar o município nos dias que antecedem o festival, com ações educativas. Além disso, Garanhuns também está este ano mais bem estruturada e sinalizada. O projeto cenográfico assinado pelo escritório do arquiteto Carlos Augusto Lira chega não só com objetivo de deixar os espaços mais bonitos, mas também para melhor guiar os visitantes em cada um deles, marcados por diferentes cores. Além disso, pela primeira vez, um mapa do festival será distribuído junto à programação. Tudo para facilitar a circulação e deixar a cidade ainda mais preparada para a chegada do FIG 2012.

Um dos espaços inéditos na programação do FIG 2012 é a Praça da Palavra, que transformará a Praça Souto Filho num polo de literatura. Recitais, debates, lançamentos, oficinas, contações de histórias, feira de livros e muitas outras atividades estão programadas para este endereço, que também ganha um miniauditório com capacidade para 50 lugares, além de uma cafeteria, para receber o público o dia inteiro, durante todo o festival.

Entre as ações literárias, merecem destaque os projetos Livros Livres, que promove a soltura de exemplares de diferentes escritores pela cidade; e o projeto Severina Catadora, que através de oficina, capacita catadores de Garanhuns para criar publicações artesanais, a partir do papelão reciclado, em parceria com autores locais. Enquanto a primeira iniciativa tem inspiração no movimento do bookcrossing, a segunda se apoia na cooperativa editorial latino-americana Eloisa Cartonera, da Argentina, que também serviu de base para a criação do coletivo Dulcineia Catadora, de São Paulo. A proposta é que participantes deem continuidade ao projeto, mesmo após o período do festival.

O Encontro de Troca de Saberes Crioulos, na comunidade quilombola de Castainho, é outro ponto da grade do FIG para se chamar atenção. No povoado, acontecem oficinas, mostras, rodas de debate e apresentações culturais no dia 16 a 20 de julho. Entre os participantes do polo, estão povos de diversas localidades de Pernambuco, entre as quais as comunidades de Trigueiros (Vicência/PE), Angico (Bom Conselho), Conceição das Crioulas (Salgueiro), Ingazeira (Itacuruba), São Lourenço (Goiana), Cruz dos Riachos (Cabrobó), Jatobá e outras 20 convidadas. Castainho será sede ainda do Permacultura, ação que realiza atividades de formação que vão culminar na criação de um centro cultural para a localidade.

Já o Espaço Cultura no Ponto reúne Pontos de Cultura do estado, abrigando exposição de trabalhos e intervenções artísticas durante o evento. Uma das preocupações deste polo é debater como os atores sociais podem produzir cultura a partir dos conceitos de sustentabilidade, empreendedorismo e acessibilidade, que perpassam em 2012 o Festival de Inverno de Garanhuns.


terça-feira, 3 de julho de 2012

Capa Vogue Brasil de Julho 2012

O blog amou a  edição do mês de julho da Vogue Brasil que trouxe a top Gisele Bündchen, inclusive usando looks lindos clicados por Patrick Dermarchelier. Um luxo!!!






sexta-feira, 23 de março de 2012

Dica de Make: Preparação da pele

Uma boa maquiagem não é nada, se a pele não tiver sido preparada para recebe-la. Por isso o post da série Dicas de Make dessa sexta-feira é sobre limpeza de pele. Veja as dicas:



1º Passo: Aplique a loção de limpeza(gosto muito da loção em creme), e em seguida remova;

2º Passo: Use um sabonete de PH neutro, apropriado para sua pele;

3 Passo: Após lavar, use um esfoliante facial, sempre em movimento circulares;

4º Passo: Lavar novamente com sabonete líquido;

5º Passo: Tonifica mais uma vez;

6º Passo: Hidratante, É ele que vai fazer a maquiagem durar mais tempo, sem agredir a sua pele. Se você tem a pele seca, use hidrante. Se a sua pele for oleosa ou mista, prefira um gel ou loção hidratante oil-free. Aproveita para massagear a face com os dedos, pois irá melhorar a circulação no rosto.
 
Vale lembrar que esse procedimento é bem completo. Se você está com pressa limpe, lave e tonifique, que também dará um bom resultado no make.

Siga as dicas acima e tenha uma make perfeita e que vai durar muito mais tempo!! 

Beijos, 
Manú Metódio

Unhas!

Unhas divertidas e fofas pra vocês se inspirarem!!





quarta-feira, 21 de março de 2012

Inspiração de Maquiagem

Porque não apostar nas cores hoje? Vejam que linda essa make de inspiração que escolhi pra vocês!!


terça-feira, 20 de março de 2012

Canecas Criativas

Adoro peças criativas, e quando se tratam de canecas, amo... Sem contar que elas são ótimas para presentear amigos, ou simplesmente usá-las no dia-a-dia. Aí vão uma série de escolhas bacanas para que você escolha ou tenha inspiração!!!